Este texto é uma tradução do original em Inglês que pode ser encontrado no site responsive.org.  (Atualização: O manifesto original foi substituído por uma versão nova.  A tradução da nova versão está aqui.)

A Organização Responsiva

Se a taxa de crescimento externo excede a taxa de crescimento interno, o fim está próximo.

– Jack Welch

A taxa de crescimento externo a cada uma de nossas organizações agora é tão grande que nenhuma organização pode garantir que está mudando mais rápido do que o ambiente externo. A inter-conexão global, a rápida velocidade das ideias em uma economia digital e os novos meios de trabalho e colaboração indicam que a mudança irá apenas continuar a acelerar.

– Simon Terry

Preambulo

Enquanto o fluxo de informações aumenta, empresas estão ganhando vantagens competitivas por deslocar o seu foco da eficiência para a habilidade de aprender e responder rapidamente a novas informações. Hoje, empresas estão percebendo que a adaptabilidade e a velocidade de iteração são essenciais, exigindo que sejam repensadas as estruturas corporativas e os sistemas de informação. Estratégias organizacionais anteriores eram desenhadas para cargos que eram, em sua maioria, rotineiros e estáticos. Sistemas de comando e controle hierárquicos permitiam à liderança senior dirigir com eficiência e previsibilidade mas ao custo da adaptabilidade, do fluxo livre de informações e da rapidez de resposta. Empresas líderes de mercado estão agora se restruturando para ter maior adaptabilidade e velocidade de iteração.

A Organização Responsiva é construída para aprender e responder rapidamente, otimizando-se para o fluxo aberto de informações; encorajando a experimentação e aprendizado em ciclos rápidos; e organizando-se como uma rede de colaboradores, clientes e parceiros, motivados por um propósito em comum.

 

A Mudança

Diversas mudanças fundamentais nas estruturas corporativas e nos sistemas de informação são necessárias para se tirar proveito do aumento na velocidade do fluxo das informações.

De

Para

Eficiência

Responsividade

Hierarquias

Redes

Controle

Distribuição de autoridade

Motivação extrínseca

Motivação intrínseca

Escritório e horário de trabalho

Qualquer lugar, qualquer hora

Clientes e Parceiros

Comunidade

 

Da Eficiência à Responsividade

Historicamente, as vantagens competitivas advinham da otimização para ter eficiência e da produtividade dos trabalhadores devida à padronização dos produto e serviços, onde empresas como a Walmart e a Ford eram exemplos comumente citados. A medida que o fluxo de informações aumenta, a vantagem competitiva passa a ser da empresa que pode reagir mais rapidamente, reduzindo o atrito ao fluxo de informações, aumentando a sua taxa de iteração, diminuindo o custo das falhas e otimizando a sua estrutura para a adaptabilidade.

 

De Hierarquias para Redes

Hierarquias organizacionais foram otimizadas para eficiência e previsibilidade. Elas centralizavam a autoridade para eliminar a duplicação de responsabilidades, mas ao custo da responsividade. Oraganizando-se em redes, ao invés de em hierarquias, reduz-se o peso da coordenação que onerava a velocidade de execução e desta forma aumenta-se a habilidade de tomada e avaliação de decisões. Uma organização com uma rede robusta melhora o seu compartilhamento de informações o que por sua vez melhora a qualidade, contexto e alinhamento das informações através do aumento da transparência. O fluxo aberto de informações em uma organização dá aos indivíduos, que receberam a autoridade de decidir, o contexto máximo e as conexões, com os quais tomará decisões, provendo maior responsabilização através da transparência.

 

Do Controle à Autorização (Do trabalho rotineiro para o não rotineiro)

A medida que a informação flui mais rápido, a velocidade das mudanças está acelerando. Descrições de cargos, estruturas organizacionais, orçamentos, e processos estão se tornando obsoletos mais rápido do que podem ser atualizados. Desde 1975, o número de empregos que requerem trabalho não-rotineiro aumentou 50% (de 40% para 60%). Estas tendencias estão levando a um aumento da pressão para trocar burocracia por confiança, distribuindo a autoridade para que a força de trabalho possa atuar de forma mais autônoma ao invés de ter de submeter as questões a uma autoridade central,o que cria gargalos e torna mais lenta a tomada de decisão. A necessidade de uma tomada de decisão rápida e autônoma muda o papel dos gestores, de gestão de tarefas para o de delegação de autoridade para os indivíduos. O tempo de resposta mais rápido ocorre quando a pessoa tomando conhecimento de novas informações pode tomar decisões de alta qualidade e agir imediatamente, independente de sua posição no organograma corporativo.

 

Recompensas Extrínsecas para Motivação Intrínseca

As organizações, historicamente, tem utilizado metas de desempenho e recompensas para motivar o comportamento dos funcionários em direção a resultados de negócios previsíveis. Com a adaptabilidade e a rápida iteração se tornando motores chave do desempenho de negócios, as organizações estão reconhecendo que as metas freqüentemente desencorajam a experimentação e o fracasso e limitam a adaptabilidade. Com o fluxo mais veloz das informações, metas se tornam obsoletas e podem se tornar contra-producentes antes que os lideres as possam atualizar. De forma a motivar o comportamento correto, os funcionários devem estar alinhados com os objetivos comuns, serem encorajados a experimentar e serem providos de um ambiente em que possam ganhar autonomia, maestria e propósito. Estes fatores ajudam a tornar as organizações mais adaptáveis e tem impacto positivo no engajamento dos funcionários. Organizações com o engajamento de funcionários no mais alto decil ultrapassam suas concorrentes em até cento e quarenta e sete por cento em dividendos por ação e tem noventa por cento a mais de tendência de crescimento.

 

Horário de Trabalho para Qualquer Lugar a Qualquer Hora

Até recentemente, trabalhadores precisavam estar regularmente no escritório durante o horário comercial para realizar seu trabalho, devido à tecnologia de colaboração limitada, à falta de acesso externo do firewall corporativo e à relutância por parte da gerência de abrir mão da ilusão de controle sobre os trabalhadores. Empresas estão cada vez mais tirando vantagem dos avanços na tecnologia, que permitem a colaboração sem a necessidade de proximidade física, e estão cada vez mais confortáveis com seus funcionários trabalhando em horários mais flexíveis. De acordo com uma pesquisa da Tower and Watson, quase metade do trabalho no mundo está, agora, acontecendo em arranjos não-tradicionais. A habilidade de conectar com qualquer um, de qualquer lugar e a qualquer hora, aumenta a velocidade em que a informação, originada de qualquer um na organização, pode ser compartilhada permitindo a rápida tomada de decisões.

 

De Clientes e Fornecedores para Comunidade

Historicamente, clientes e parceiros foram tratados como entidades independentes e isoladas, por partes separadas e independentes da organização. Além disso, o fluxo direto de informações entre clientes e entre parceiros era lento e com isso os sentimentos e relacionamentos podiam ser controlados pelas áreas de vendas, marketing e relacionamento com parceiros. Estes fatores limitavam o canal de feedback e mantinham o ciclo longo. Hoje a tecnologia permite que clientes e parceiros se comuniquem e colaborem como redes, com fluxo de informações mais rápido do que as empresas podem controlar. As organizações estão reconhecendo que é necessária uma rede para servir a uma outra rede composta pela própria empresa, seus parceiros e clientes, todos fazendo parte de uma mesma organização. Esta rede mais ampla permite acesso a melhores informações, feedback mais rápido e colaboração além das fronteiras tradicionais da empresa.

 

Desafios Fundamentais com a Mudança

Estas tendências…

Significam

Não Significam

Participação

Consenso

Redes descentralizadas

Plana

Transparência

Nada é privado

Em qualquer lugar, a qualquer hora

Não há valor em encontros

Passar o tempo a toa, em casa

Experimentação (alguns fracassos, ok)

Resultados totalmente imprevisíveis

Redução dos ciclos

Falta de visão de longo prazo

Adaptabilidade

Falta de direção

Distribuição de autoridade

Falta de liderança

Motivação Intrínseca

Ignorar os objetivos do negócio

 

Tradução: Mauricio Longo   Revisão: Alexandro Strack